O que são os Telecentros

Os telecentros são espaços públicos localizados em escolas da rede municipal de ensino, com computadores conectados à internet. Utilizados como meio de integração entre as instituições públicas e a comunidade, os telecentros possuem acesso livre, porém controlado e organizado para atender alunos, professores, funcionários e comunitários, no sentido de facilitar o acesso às recentes tecnologias que moldam o atual mundo globalizado.

O espaço telecentros possui todo o aparato tecnológico e pedagógico para receber a comunidade em geral e prover ambiente adequado à realização de oficinas, atividades socioeducativas utilizando as mídias disponíveis.

Com o objetivo de promover capacitação e democratização do acesso à informação, os telecentros não possuem quaisquer fins lucrativos, mas garantem acesso público e gratuito às tecnologias da informação e comunicação à disposição de toda a sociedade.

Para maior facilidade dos usuários, haverá monitores, responsáveis por gerenciar o acesso aos computadores e equipamentos em geral, tornando o espaço do telecentros o mais democrático possível e preparado para a promoção de atividades que irão contribuir com o desenvolvimento local e servir aos alunos, professores e moradores das comunidades alcançadas pelos telecentros.

Os telecentros não são apenas espaços de capacitação intelectual, mas também são ambientes que promovem a integração escola-comunidade, a cultura e o lazer. Nesses locais, estudantes podem fazer pesquisas escolares, principalmente nas bibliotecas públicas que disponibilizam acervo digital e além do uso livre dos equipamentos, a população pode fazer cursos diversos e oficinais especiais, sendo também um espaço para palestras e cursos de conscientização.

Toda a infraestrutura de um telecentro é voltada para a inserção da população à tecnologia da informação e funcionam como porta de entrada para a comunicação e o estímulo à melhoria das relações comunitárias, tornando possível o acesso aos serviços e informações disponibilizados pelos órgãos públicos. Por exemplo, no espaço destinado aos telecentros é possível ao cidadão fazer sua inscrição em concursos públicos, procurar por vagas de empregos, fazer sua declaração de imposto de renda, fazer cursos de capacitação à distância, navegar na internet, ter um endereço de correio eletrônico, usar recursos modernos de informática para trabalho ou lazer e se inscrever em cursos oferecidos gratuitamente, dentre outras atividades.

Dessa forma, os telecentros tornam-se referência pela inclusão digital, combatendo a desigualdade tecnológica e o analfabetismo digital, diminuindo o alto índice de exclusão digital. Além disso, o telecentro é também um local público de geração de conhecimento e fortalecimento da cidadania, tendo em vista o material intelectual gerado frente aos cursos de capacitação e oficinas diversas.